ESTA/20 anos: “Insígnia” é lançada hoje às 20H30 (C/ ÁUDIO)

2020-08-19

Apresentação de "Insígnia" na cerimónia de comemoração dos 20 anos da ESTA

“Insígnia” é o nome da música comemorativa dos 20 anos da ESTA - Escola Superior de Tecnologia de Abrantes.

“A ideia nasceu a partir de uma comissão criada na ESTA e que tinha o objetivo de preparar um conjunto de comemorações relacionadas com os 20 anos da Escola”, começou por explicar Hélder Pestana, docente na ESTA e responsável pela música, que revelou à Antena Livre que, “nesse âmbito, lembraram-se de mim para poder criar esta música - como sabiam que sou um curioso da música e estive ligado à Tuna do Instituto Politécnico de Tomar - “.

Hélder Pestana foi aluno da Escola de Gestão do IPT, ficou na instituição como técnico “e posteriormente convidaram-me a ficar na equipa e já cá estou há 20 anos”.

Quanto à “Insígnia”, com música e letra de Hélder Pestana, “embora toda a gente tenha participado e dado dicas”, é uma música e vídeo feito por docentes e alunos da ESTA. “Nesta música participam exclusivamente alunos, docentes e funcionários da Escola. É um projeto todo desenvolvido pela equipa da ESTA”, sendo que nos instrumentos musicais participam professores e funcionários e as vozes são dos alunos.

Para além da música, que será lançada esta quarta-feira, 19 de agosto, às 20:30 horas no canal Youtube, foi feito também um vídeo. Questionado se a pandemia veio atrasar o processo, Hélder Pestana referiu que “sim e não”.

“Este tema já está gravado em estúdio desde dezembro. Foi apresentado na sessão pública comemorativa dos 20 anos da Escola, em outubro do ano passado, e foi aí que ficou a promessa de gravar o tema”, esclareceu. Entretanto, “surgiu um estúdio em Abrantes, o BeatMix, que disponibilizou as suas instalações e os seus técnicos e ajudaram-nos a gravar. Mas fazia todo o sentido lançar o tema com um videoclipe e o plano era fazer a gravação no início deste ano mas a pandemia veio complicar um bocadinho isso e só foi possível terminar agora”.

Hélder Pestana desvendou que as imagens foram todas gravadas em Abrantes, “com muito boa vontade de todos os participantes da música. Claro que a nossa ideia era poder envolver muito mais pessoas mas, devido às restrições de segurança”, participaram apenas as pessoas diretamente envolvidas no tema. As gravações tiveram lugar, essencialmente, no centro histórico da cidade “e uma parte na estação de comboios”.

“Tentámos que a música representasse não só a Escola como também Abrantes”, concluiu Hélder Pestana.

A música pode ser ouvida a partir das 20:30 horas de hoje em https://www.youtube.com/watch?v=tMyIhdZW9wQ

 

Hélder Pestana, docente na ESTA e responsável pela música. OUÇA AQUI: