Pesquisar notícia
quarta,
16 jun 2021
Música

DOCE: O filme "BEM BOM" estreia a 8 de Julho

6/05/2021 às 21:16
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

Depois de dois adiamentos, causados pela pandemia, estreia finalmente a 8 de Julho nas salas de cinema de todo o país "Bem Bom", o filme que vem contar a história das DOCE - uma das primeiras girlsband da europa a par da Bananarama. Um filme realizado por Patrícia Sequeira.

Carolina Carvalho será Lena Coelho, Ana Marta Ferreira, a Laura Diogo, Bárbara Branco, a Fátima Padinha e Lia Carvalho, será Teresa Miguel.

No filme "Bem Bom", vão ainda participar entre outros Nuno Nolasco que fará de José Carlos e Eduardo Breda, Tozé Brito.

Referência ainda para a participação dos consagrados actores, José Raposo e Ana Padrão, que farão respectivamente de Carlos Coelho e Helena Tavares, dois grandes artistas já desaparecidos e pais de Lena Coelho.

                                      (Na Foto: Bárbara - "Fá", Ana Marta - "Laura", Carolina - "Lena" e Lia - "Teresa").

“BEM BOM”

A verdadeira história da Doce, do lado público ao lado mais privado, das quatro mulheres que marcaram a história da música em portugal e que praticamente viveram juntas enquanto a banda durou...por não terem tempo para estar separadas. Em "Bem Bom", há de tudo: das polémicas às alegrias. Uma história que vai ser contada com a aprovação das 4 cantoras"Essa foi uma das condições que impus a mim mesma. Se alguma delas me tivesse dito que não, eu nunca teria avançado", afirmou Patrícia Sequeira. 

"Todas elas acharam graça a esta ideia de fazer uma história que, sendo ficção, lhes devolve alguma justiça, no sentido de não serem esquecidas. Diziam-me elas que só passam nas festas e não passam nas rádios. Agora, acho que este filme vai contribuir para voltarmos a falar delas". 

Fruto de três intensos anos de trabalho e muita pesquisa, o filme junta curiosamente quatro jovens atrizes que quando as Doce terminaram ainda nem sequer tinham nascido. "Eu ainda nem era um projeto de gente" brinca Bárbara Branco, que dá corpo a Fátima Padinha. "Tudo isto nos obrigou a uma grande pesquisa sobre todas elas. No final percebemos que eram quatro mulheres com uma força imensa".

O título do filme é também o título de uma das canções popularizadas pelas Doce. Com “Bem Bom”, tema de Tozé Brito, António Pinho e Pedro Brito, as Doce venceram o Festival da Canção em 1982 e, por isso, representaram nesse ano Portugal no Festival Eurovisão da Canção.

As Doce foram quatro vezes concorrentes do Festival da Canção: além de 1982, em 1980 (com o tema “Doce”), 1981 (com “Ali-Babá”) e 1984 (com “O Barquinho da Esperança”).

O grupo é ainda responsável por temas como “Amanhã de manhã”, “Quente quente quente” e “Ok ko”


O filme dará ainda origem a uma série na RTP1.