Pesquisar notícia
segunda,
21 jun 2021
Música

Cantoras Ana Laíns e Sara Correia e o guitarrista Luís Guerreiro atuam em Ancara

3/06/2021 às 15:53
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

As cantoras Ana Laíns e Sara Correia e o guitarrista Luís Guerreiro atuam no próximo dia 14 em Ancara, acompanhados pela Orquestra Sinfónica Presidencial da República da Turquia, anunciou a embaixada de Portugal na Turquia.

O projeto, que assinala a Presidência Portuguesa do Conselho da União Europeia, previa uma digressão que inclui três outros espetáculos em afiteatros greco-romanos, que foram cancelados por razões de segurança sanitária devido à covid-19, disse à agência Lusa Ana Laíns.

Segundo a embaixada portuguesa este era o "projeto musical português de maior dimensão alguma vez ocorrido neste país de mais de 80 milhões de habitantes".

No próximo dia 14 Ana Laíns, Sara Correia e Luís Guerreiro, como solista de guitarra portuguesa, atuam no CSO Concert Hall, edifício recém-inaugurado, com "uma acústica de exceção, ao nível das mais importantes salas de concertos mundiais", refere a embaixada portuguesa. A Orquestra Sinfónica Presidencial da República da Turquia é dirigida pelo maestro Cemi'i Can Deliorman.

"Do Coração" é mais recente álbum de originais da fadista Sara Correia, produzido pelo músico Diogo Clemente, saído no ano passado, que inclui no alinhamento, "Porquê do Fado", com letra e música de Carolina Deslandes, e "Por Perto", de Jorge Cruz, entre outros, como "Os "Teus Recados", de Manuela de Freitas na música tradicional do fado triplicado, de José Marques 'Piscalarete', "Antes Que Digas Adeus", de Diogo Clemente na música do Fado Maria, de Armando Machado.

Ana Laíns está a celebrar 20 anos de carreira, e do seu repertório constam temas como "Portucalis", "Vejam Bem", "Flores de Verde Pino", "Fado do Tempo Morto", "Mi Morena" e "Tereza Torga", entre outros.

Luís Guerreiro é um "nome imprescindível da guitarra portuguesa", refere a embaixada, autor de inúmeros projetos individuais, e que tem acompanhado diversos fadistas, entre eles Mariza, com quem fez o documentário para a BBC "Mariza and the Story of Fado " (2005).

O projeto inicial incluia ainda atuações no Teatro Patara, na cidade de Kas, o de Aspendos, em Antalaya, e o Grande Teatro de Éfeso, em Izmir.

Lusa