«BEM BOM» A história das DOCE em filme a 25 de junho

Música 2020-01-27

Estreia dia 25 de Junho nas salas de cinema de todo o país "Bem Bom", o filme que vem contar a história das DOCE - uma das primeiras girlsband da europa a par da Bananarama, e que será realizado por Patrícia Sequeira que apresentou no evento de apresentação pública do filme as quatro actrizes que irão dar vida às DOCE.

Carolina Carvalho será Lena Coelho, Ana Marta Ferreira, a Laura Diogo, Bárbara Branco, a Fátima Padinha e Lia Carvalho, será Teresa Miguel.

As filmagens começam na próxima semana e no elenco há ainda outros actores como Nuno Nolasco que fará de José Carlos e Eduardo Breda, Tozé Brito.

Referência ainda para a participação dos consagrados actores, José Raposo e Ana Padrão, que farão respectivamente de Carlos Coelho e Helena Tavares, dois grandes artistas já desaparecidos e pais de Lena Coelho.

O casting das quatro actrizes/cantoras, resultou numa selecção de 84 candidatas.


(Na Foto: Bárbara - "Fá", Ana Marta - "Laura", Carolina - "Lena" e Lia - "Teresa").

 

“BEM BOM” estreia a 25 de Junho, nas principais salas de cinema do país, no ano em que se assinalam os 40 anos do aparecimento das DOCE.

A verdadeira história da Doce, do lado público ao lado mais privado, das quatro mulheres que marcaram a história da música em portugal e que praticamente viveram juntas enquanto a banda durou...por não terem tempo para estar separadas. Em "Bem Bom", há de tudo: das polémicas às alegrias. Uma história que vai ser contada com a aprovação das 4 cantoras"Essa foi uma das condições que impus a mim mesma. Se alguma delas me tivesse dito que não, eu nunca teria avançado", afirmou Patrícia Sequeira. 

"Todas elas acharam graça a esta ideia de fazer uma história que, sendo ficção, lhes devolve alguma justiça, no sentido de não serem esquecidas. Diziam-me elas que só passam nas festas e não passam nas rádios. Agora, acho que este filme vai contribuir para voltarmos a falar delas". 

Fruto de três intensos anos de trabalho e muita pesquisa, o filme junta curiosamente quatro jovens atrizes que quando as Doce terminaram ainda nem sequer tinham nascido. "Eu ainda nem era um projeto de gente" brinca Bárbara Branco, que dá corpo a Fátima Padinha. "Tudo isto nos obrigou a uma grande pesquisa sobre todas elas. No final percebemos que eram quatro mulheres com uma força imensa".

O filme estreia a 25 de junho, seguindo-se em setembro, uma série na RTP1.