Covid-19: Como estão as escolas no arranque do confinamento? Fomos perguntar aos diretores. (C/ÁUDIO)

2021-01-15

E no arranque do segundo confinamento há algumas alterações em relação ao período em que estivemos fechados em 2020. Para além de ajustes no que pode ou não estar aberto, ficou definido que as escolas deverão manter o ensino presencial.

À margem das discussões sobre os benefícios e prejuízos de as escolas poderem continuar de portas abertas, com a eventualidade de reforço de testes rápidos para despiste do coronavírus, fomos saber como é que estão os agrupamentos da região no que diz respeito a infetados.

No agrupamento Manuel Fernandes o diretor, Alcino Hermínio dá conta de 57 alunos e dois professores em isolamento profilático, isto porque uma aluna teve sintomas muito fortes de que estaria infetada e a delegada de saúde, mesmo sem o teste positivo, decidiu agir por antecipação e acionou as vigilâncias ativas. O facto de serem muitos alunos tem a ver com os colegas da aluna, com as suas relações fora da sala de aula e ainda porque faz parte da orquestra.

Alcino Hermínio

Alcino Herminio a apontar um inicio de confinamento regular com atenções reforçadas.

No agrupamento Solano de Abreu a situação é mais complicada. De acordo com o diretor, Jorge Costa, a escola sede (Solano de Abreu) tem uma turma em isolamento profilático devido a um aluno ter testado positivo. A Escola D. Miguel de Almeida tem duas turmas em isolamento enquanto que a escola Maria Lucília Moita tem outras duas também em isolamento.

Jorge Costa confirma que a escola de Bemposta está encerrada porque há um foco de infeções em famílias naquele território, pelo que a decisão foi encerrar a escola, temporariamente.

Jorge Costa

Jorge Costa diz que a estrutura está preparada para o ensino presencial no período de confinamento.

Na Escola Profissional de Desenvolvimento Rural de Abrantes há um aluno infetado pelo que essa turma fez testes esta quinta-feira e os alunos estão em isolamento. João Quinas, diretor da escola Profissional destacou os testes foram todos feitos na escola, uma vez que o laboratório deslocou uma equipa a mouriscas. Pode ser uma situação de maior risco uma vez que muitos dos alunos vivem no internato.

João Quinas

João Quinas revelou que a Escola teve de se adaptar para os confinamentos, já que é uma escola com uma forte componente de ensino prático.

Em Sardoal, de acordo com a diretora do agrupamento, a escola do primeiro ciclo e jardim de infância da Presa estão em isolamento. Quando à escola sede, Ana Paula Sardinha diz que tem apenas um aluno infetado.

Ana Paula Sardinha

Em Constância, a diretora Olga Antunes revelou que tem alguns alunos positivos que contraíram a infeção em ambiente familiar e tem também dois assistentes operacionais com Covid-19. Sobre esta fase de aulas presenciais, a diretora diz que a escola preparou-se e que com a colocação do segundo ciclo no Centro Escolar de Santa Margarida, o agrupamento passou a ter uma sala para cada turma.

Olga Antunes

Em Mação, o Agrupamento Verde Horizonte, parece ter a situação mais leve num concelho fustigado por um surto na Misericórdia e por muitos contágios comunitários. José António Almeida revela apenas três assistentes operacionais infetados, mas não tem alunos ou professores com infeção.

José António Almeida

Todos os dados e declarações foram recolhidas esta quinta-feira, entre as 16 e as 17 horas, sendo que todos os diretores indicaram que para além de uma atenção redobrada, as regras vão manter-se as mesmas que têm guiado estas escolas até aqui. Todos indicaram que os casos de alunos com teste positivo ao coronavírus tiveram contágio em ambiente familiar e não houve, até agora, surtos originados, ou ampliados, nas escolas.

Em Vila de Rei, o presidente da Câmara Municipal, Ricardo Aires, explicou esta sexta-feira que há mais três infetados no concelho, que tem agora um total acumulado de dez pessoas que testaram positivo ao SARS-Cov-2. Ricardo Aires manifestou-se preocupado com a propagação do vírus é contexto escolar e disse que há várias turmas que estão em casa, com os alunos em isolamento profilático.