Abrantes: Tectania “não quer desistir” mas processo vai ser encerrado (C/ ÁUDIO)

2020-05-12

Parque Industrial de Abrantes – zona sul, onde a Tectania pretende instalar-se

O presidente da Câmara Municipal de Abrantes revelou esta terça-feira, 12 de maio, na reunião do Executivo que decorreu por videoconferência, que foi contactado pela empresa Tectania.

Foi-lhe comunicado, nas palavras do autarca, que “têm um prazo para cumprir mas, devido à situação atual, é impossível cumprir esses prazos”. “A empresa continua sediada no Tecnopolo e sabemos que eles continuam a pagar as suas prestações no âmbito da sua atividade naquele espaço”, adiantou Manuel Jorge Valamatos.

O presidente confirmou que os empresários “andavam com algumas dificuldades mas esta situação atual não lhes permite cumprir as datas que estavam previstas” e disse que lhe foi transmitido que os empresários “não querem desistir do projeto mas, de facto, neste momento não vão conseguir cumprir os timings que estavam definidos”.

“A Tectania obrigava-se a fazer um conjunto de ações até uma determinada data e não vai ser possível”, confirmou o presidente da Câmara, após conversações com os empresários.

Manuel Jorge Valamatos reconheceu não ter ficado “satisfeito com esta situação, mas não temos forma de a contornar de imediato. Fico menos triste na medida em que os investidores continuam aqui sediados e com a intenção de desenvolver este projeto. Porventura, não vai cumprir as metas” e, como tal, o presidente adiantou que, eventualmente, “vamos ter que encerrar este processo, do ponto de vista formal, e noutra oportunidade poderão voltar à carga, era desejável que isso acontecesse”.

É essa decisão que vai ser abordada na próxima reunião de Câmara, com “informação mais pormenorizada”.

“A ideia que ficou é que os investidores pretendem voltar ao processo mas, neste momento, não conseguem cumprir as datas que estavam estabelecidas previamente”, concluiu Manuel Jorge Valamatos.

De relembrar que em reunião do Executivo, realizada a 14 de maio de 2019, a Câmara Municipal de Abrantes aprovou, por unanimidade, “a prorrogação por um ano do prazo de assinatura do contrato de compra e venda e para submeter o projeto das instalações a controlo urbanístico, ou seja, 15 de maio de 2020, de acordo com o requerido pela empresa Tectania – Tecnologia Automóvel, Lda”.

A Tectania, Tecnologia Automóvel, Lda, prevê um investimento de 44 ME e a criação direta de cerca de 251 postos de trabalho, como foi anunciada em reunião de Câmara a 15 de maio de 2018. Na altura, foi aprovada por unanimidade a alienação do terreno, localizado no Parque Industrial de Abrantes – zona sul, e os incentivos fiscais e tributários que rondam cerca de meio milhão de euros.