COVID-19: Associação suspende campeonatos jovens no distrito de Santarém

Desporto 2020-03-10

A Associação de Futebol de Santarém (AFS) em conjunto com a Federação Portuguesa de Futebol e em contacto com a Direção Regional de Saúde decidiu suspender todas as provas distritais dos escalões de formação de futebol e futsal entre 10 e 29 de março.

A entidade regional de futebol emitiu um comunicado esta tarde, 10 março, em que determina ainda que “todos os jogos das competições distritais de futsal sénior decorram à porta fechada”.

A AFS explica ainda que de acordo com as normas da Federação Portuguesa de Futebol e da Direção Geral da Saúde “os jogos das provas distritais seniores de futebol não poderão ter mais de 5 mil pessoas nas bancadas”.

Até ao dia 29 de março estão ainda suspensos todos os treinos das seleções distritais assim como a formação de agentes desportivos.

Revela ainda a AFS no mesmo comunicado que nos jogos que se irão disputar será suspenso o cumprimento inicial entre as equipas e a equipa de arbitragem, através de aperto de mão.

Este procedimento está de acordo com recomendações para minimizar os potenciais riscos de transmissão do COVID-19.

Os jogos das competições não profissionais de futebol vão ser disputados à porta fechada, anunciou hoje a Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

 

Competições não profissionais de futebol com jogos à porta fechada

"Determinar que, por uma questão de equidade, todos os jogos das provas nacionais seniores não profissionais de futebol decorrerão à porta fechada", é uma das decisões determinadas pelo grupo de emergência criado pelo presidente da FPF, Fernando Gomes, para monitorizar o impacto do Covid-19 nas competições futebolísticas.

Esta decisão segue-se à já tomada pelo mesmo grupo de emergência de disputar os jogos da 25.ª jornada das competições profissionais de futebol (I e II Liga) à porta fechada.

Deste grupo de emergência fazem parte, além do presidente federativo, os líderes da Liga de clubes, da comissão delegadas das associações distritais e regionais e dos representantes de jogadores, treinadores, árbitros e médicos.

A epidemia de Covid-19 foi detetada em dezembro, na China, e já provocou mais de 3.900 mortos. Cerca de 113 mil pessoas foram infetadas em mais de uma centena de países, e mais de 62 mil recuperaram.

Portugal regista 41 casos confirmados de infeção, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS).

C/ Lusa