CAMP assinalou partida simbólica de pilotos abrantinos para BAJA 500 Portalegre

Desporto 2019-10-23
DR: Antena Livre
DR: Antena Livre

Carros, motas, adrenalina e vontade de vencer. Assim se encheu a Praça Barão da Batalha, em Abrantes, esta quarta-feira ao final da tarde, para ver partir os pilotos do concelho que vão participar na BAJA 500 Portalegre, que é como quem diz a maior prova portuguesa de todo o terreno.

Naquela que é a 33ª edição do evento, entre os dias 25 e 26 de outubro, são doze os pilotos abrantinos - seis autos e seis motos e com idades entre os 40 e os 60 anos - que prometem levantar muito pó e levar mais além as suas raízes com o objetivo de conseguir um lugar no pódio.

Na cerimónia simbólica da partida dos pilotos do concelho de Abrantes que vão participar na BAJA 500 Portalegre, o presidente do CAMP – Clube Aventura e Motorizado do Pego, Rui Gonçalves, mostrou-se confiante de que a participação dos pilotos "vai ser boa" e que estes vão "representar muito bem o nome de Abrantes".

Em declarações à Antena Livre, o responsável admite com convicção que os pilotos vão "começar bem nesta prova mítica em Portalegre" e que o regresso a Abrantes vai "trazer classificados".

Um dos carros que vai participar na BAJA 500 Portalegre

Com a ajuda do tempo, uma vez que o facto de "não estar muita chuva ajuda, porque quando está de chuva para eles é muito pior", Rui Gonçalves destacou ainda sobre a importância de participar na "prova mítica de todo o terreno" em que a CAMP participa com o apoio da Câmara Municipal de Abrantes.

Também presente na partida simbólica esteve o presidente do Município, Manuel Jorge Valamatos, que desejou "sorte desportiva a todos os nossos abrantinos, que sabemos que tudo farão para dignificar o nome de Abrantes" e que deixou a mensagem de que, acima de tudo, o importante é que "ninguém se aleije e tudo corra bem".

(E-D): Presidente da Junta de Freguesia do Pego, Presidente da CAMP, vereador Luís Dias e Presidente do Município de Abrantes marcaram presença na partida simbólica.

Já a presidente da Junta de Freguesia do Pego, Florinda Salgueiro, também presente no momento, corroborou as palavras do presidente da Câmara de Abrantes e deixou um conselho para os pilotos: "divirtam-se, que é o que mais importa". 

E nem o frio que se fez sentir afastou a população da Praça Barão da Batalha que marcou presença para se despedir dos pilotos que levam consigo a esperança até Portalegre.

A Praça Barão da Batalha encheu-se de carros, motas e população que veio assistir ao momento

Considerando esta partida simbólica como "muito emotiva", o presidente da CAMP disse já estar à espera de uma boa adesão por parte da comunidade, uma vez que "o público tem saudades dos automóveis em Abrantes".

Entre provas de motas, moto 4, carros e SSV's, a 33ª edição da BAJA 500 Portalegre vai decorrer em zonas especiais que passam por locais como Nisa, Gavião, Crato, Chamusca e Ponte de Sor, ao longo de 500 quilómetros de pura adrenalina.

De uma ponta à outra da Praça, são vários os tipos de veículos que estiveram em exibição e que vão participar na competição

Com mais de três décadas de existência, a Baja 500 Portalegre foi a primeira competição de todo o terreno organizada em Portugal, no ano de 1987. Este ano, a iniciativa recebeu o carimbo de EcoEvento pela Valnor.

Pode consultar AQUI os locais onde vai poder assistir à passagem da competição.

Quanto aos participantes...

Em AUTOJosé Mendes, Ismael Margarido, Pedro Valverde, João Margalho, Filipe Marques, Fernando Branco, Rui Marques

SSV: Paulo Fernandes

MOTO: Victor Matos, Nelson Delgado, Pedro Carvalho, Luís Quintas, António Serrano, Duarte Rosa

 

Ana Rita Cristóvão