Pesquisar notícia
quarta,
16 jun 2021
Cultura

Sardoal: ESPALHAFITAS retoma sessões no CC Gil Vicente

12/05/2021 às 12:35
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

Esta quarta-feira, 12 de maio, retornam as sessões de cinema do ESPALHAFITAS – Cineclube de Abrantes, no Centro Cultural Gil Vicente, em Sardoal.

“Passamos por Cá”, de Ken Loach (GB/FRA/BEL, 2019, 101') é o filme desta quarta-feira, com início marcado para as 20H30 horas.

Na sinopse, pode ler-se que “após a grave crise financeira de 2008, que pôs em causa a estabilidade de milhões de cidadãos em todo o mundo, o inglês Ricky Turner, pai de família, esforça-se para ter sempre um prato de comida na mesa. Com cada vez mais dificuldade em pagar as despesas, toma uma decisão arriscada: comprar uma carrinha e trabalhar por conta própria num "franchise" de entregas ao domicílio. Contudo, não imaginava as imensas contingências que um trabalho desses implicaria. Sem ordenado fixo a cada final de mês, Ricky vê-se a trabalhar quase continuamente. Com o passar dos meses, a falta de dinheiro, associada ao excesso de trabalho e às preocupações com o negócio, quase o levam ao desespero”.

Em competição pela Palma de Ouro no Festival de Cinema de Cannes, um filme dramático com assinatura do multipremiado realizador britânico Ken Loach. O argumento cabe novamente a Paul Laverty, colaborador de Loach em vários outros filmes, entre eles "A Canção de Carla" (1996), "O Meu Nome é Joe" (1998), "Bread and Roses" (2000), "Sweet Sixteen" (2002), "Ae Fond Kiss..." (2004), "Brisa de Mudança" (2006), "Neste Mundo Livre..." (2007), "O Meu Amigo Eric" (2009), "Route Irish - A Outra Verdade" (2010), "A Parte dos Anjos" (2012) e "O Salão de Jimmy" (2014) e "Eu, Daniel Blake" (2016). PÚBLICO

 

Da restante programação para o mês de maio, sempre com início às 20H30 horas:

 

Quarta-feira, 19

Listen de Ana Rocha de Sousa (GB/POR, 2020, 73')

O drama vivido por uma família portuguesa emigrada no Reino Unido, a quem os serviços sociais retiram a guarda dos três filhos, que consideram em risco de sofrer danos emocionais, desencadeando os protocolos do sistema de adopção forçada. Desesperados, os pais tentam encontrar uma forma de provar que são capazes de cuidar das crianças, antes que seja demasiado tarde.

Primeira longa-metragem da actriz e realizadora Ana Rocha de Sousa, "Listen" é uma co-produção entre a Bando à Parte (de Rodrigo Areias) e a Pinball London. Rodada nos arredores de Londres, conta com elenco encabeçado por Lúcia Moniz, Ruben Garcia e Sophia Myles. Foi distinguido com o prémio Bisato d'Oro de melhor realização – um dos galardões paralelos do Festival de Cinema de Veneza – e venceu também o prémio Sorriso Diverso Venezia "pela sua abordagem às questões sociais". PÚBLICO

  

Quarta-feira, 26 e Quinta-feira, 27

Nomadland de Chloé Zhao (ALE/EUA, 2020, 107')

Depois de décadas a trabalhar numa empresa de materiais de construção, Fern, de 60 anos, é despedida. Sem nada que a prenda à pequena cidade do Nevada onde sempre viveu com o seu falecido marido, resolve vender todas as suas posses e fazer-se à estrada. Ao longo do caminho, vai-se cruzando com nómadas como ela, que lhe ensinam várias técnicas de sobrevivência e cuja amizade e generosidade vai alterar a sua forma de olhar o mundo.

Com Frances McDormand como protagonista, um filme dramático escrito e realizado pela chinesa Chloé Zhao (“The Rider” e “Songs My Brothers Taught Me”), que tem por base “Nomadland: Surviving America in the Twenty-First Century” (2017), um livro autobiográfico onde Jessica Bruder conta a sua história. McDormand contracena com o actor David Strathair e também com Linda May, Swankie e Bob Wells, três nómadas na vida real que se representam a si mesmos. Vencedor do Leão de Ouro no Festival de Cinema de Veneza e do Prémio do Público do Festival Internacional de Cinema de Toronto (TIFF), recebeu também os Globos de Ouro de melhor filme dramático e melhor Realização, fazendo de Chloé Zhao a segunda realizadora a ganhar este prémio (a primeira foi Barbra Streisand, em 1984, por “Yentl”). Foi o grande vencedor do Critics Choice Awards, ao arrecadar quatro prémios: melhor filme, realizador, argumento adaptado e fotografia (Joshua James Richards). Nos Óscares, foi premiado nas categorias de melhor filme, realizador e actriz principal (McDormand). PÚBLICO

 

Sessão extra para público infantil

Domingo, dia 16, às 16 horas - Filminhos à Solta