Pesquisar notícia
quarta,
16 jun 2021
Covid-19

Surto de Covid encerra escola Maria Lucília Moita em Abrantes (C/ÁUDIO)

16/04/2021 às 09:31
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

A escola básica Maria Lucília Moita, em Abrantes, foi ontem encerrada passando a ensino à distância

Na quarta-feira tinham sido detetados três casos de infeções em crianças pelo que uma das duas bolhas em que a escola está dividida tinha entrado em isolamento. Nesta decisão de quarta-feira foram colocados em isolamento três turmas do pré-escolar e outras três do 1.º ciclo.

Só que, de acordo com Maria dos Anjos Esperança, coordenadora da Unidade de Saúde Pública do Médio Tejo, na quarta-feira à noite a mãe de um aluno da segunda bolha da escola, que continuaria em aulas presenciais, testou positivo pelo que a autoridade de saúde decretou a realização de testes à restante comunidade escolar. Os testes à segunda bolha da escola Maria Lucília Moita foram feitos esta quinta-feira e foram detetados mais dois alunos infetados com o coronavírus.

Maria dos Anjos Esperança explicou à Antena Livre que com dois alunos da segunda bolha também infetados solicitou à Direção-Geral da Saúde a autorização para o encerramento total da escola, colocando todos os alunos em isolamento profilático.

Maria dos Anjos Esperança confirmou que na quarta-feira houve a decisão de colocar 105 alunos (três turmas do pré-escolar, três do 1.º ciclo e uma do 5.º ano da Solano de Abreu) em isolamento e ontem, quinta-feira dia 15, houve idêntica decisão para a restante cerca de meia centena de alunos do 1.º ciclo desta escola.

Maria dos Anjos Esperança revelou que por volta do dia 23 as crianças voltam a fazer testes para aferir a possibilidade de reabertura das aulas presenciais a 26 de abril. A coordenadora da USPMT revelou que foram feitos testes rápidos a todos os alunos e que os casos positivos detetados foram feitos testes PCR com análise laboratorial para validar o resultado dos testes rápidos.

Maria dos Anjos Esperança, USPMT

Os casos positivos de covid-19 em três alunos da Escola Básica Maria Lucília Moita levaram o Agrupamento de Escolas n.º 1 de Abrantes a decidir na quarta-feira, em conjunto com o ACES Médio Tejo, colocar 107 alunos de sete turmas em isolamento profilático, a que se juntaram 22 professores e educadores e seis auxiliares de ação educativa, num total de 135 pessoas em confinamento, incluindo alguns alunos da Escola Secundária Solano de Abreu, também em Abrantes, tendo a medida preventiva sido hoje alargada a todo a escola Lucília Moita.

Segundo o diretor do Agrupamento N.1 de Abrantes, ao qual pertence a Escola Maria Lucília Moita, a partir desta sexta-feira, 16 de abril, a escola fica em regime de aulas à distância.

 

Notícia relacionada: Abrantes: Agrupamento Solano de Abreu com 3 alunos infetados coloca 7 turmas em confinamento