Médio Tejo soma mais seis doentes recuperados

2020-06-04

Sem novos casos nas últimas 24 horas, a região do Médio Tejo tem a boa notícia de ter mais seis doentes recuperados da SARS-COV-2, a doença provocada perla infeção do coronavírus. Segundo o relatório epidemiológico da Unidade de Saúde do ACES Médio Tejo, o número de doentes recuperados subiu de 114 para 120. Os recuperados foram registados em Constância (os três casos deste concelho), em Ourém (duas situações) e em Alcanena (o outro recuperado).

Já nos números das últimas 24 horas há a registar um aumento de mais seis vigilâncias ativas, passando das 750 para as 756 pessoas que assim têm de ficar em isolamento. As altas, do estado de vigilância ativa, também cresceram com mais três pessoas que estavam isoladas a poderem regressar à sua vida normal. Ainda segundo o relatório de hoje do ACES Médio Tejo houve um crescimento do número de contactos feitos pela Unidade de Saúde Pública, de 1274 para 1280, ou seja, mais seis situações.

Temos então, ao dia de hoje (4 de junho) 96 pessoas ainda infetadas com a COVID-19 na área do Médio Tejo e 58 outras em vigilância ativa por parte da autoridade de saúde.

Consulte aqui os casos por concelho:

O ACES Médio Tejo abrange a área territorial de 11 municípios com cerca de 235 mil utentes. Abrange as unidades de saúde de Abrantes, Alcanena, Constância, Entroncamento, Ferreira do Zêzere, Mação, Ourém, Sardoal, Tomar, Torres Novas e Vila nova da Barquinha, numa área territorial de 2.706,10 Km's quadrados.

Já os concelhos da Sertã e Vila de Rei que fazem parte do Médio Tejo na divisão político-administrativa em termos de saúde pertencem ao ACES do Pinhal Interior Sul que abrange ainda os concelhos de Proença-A-Nova, Oleiros e cerca de 30 mil utentes.

Consulte aqui os casos positivos e recuperados por concelho:

 

Covid-19: Portugal com 1.455 mortos e 33.592 infetados

Portugal regista hoje 1.455 mortes relacionadas com a covid-19, mais oito do que na quarta-feira, e 33.592 infetados, mais 331, segundo o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde.

Em comparação com os dados de quarta-feira, em que se registavam 1.447 mortos, hoje constatou-se um aumento de óbitos de 0,6%. Já os casos e infeção subiram 1%.

Na Região de Lisboa e Vale do Tejo, onde se tem registado maior número de surtos, há mais 309 casos de infeção (+2,6%).