COVID-19: Médio Tejo com mais três casos em Ourém e um em Alcanena (C/ÁUDIO)

2020-07-09

O Médio Tejo registou, nas últimas 24 horas, mais quatro casos de pessoas infetadas pelo novo coronavírus, três em Ourém e mais uma em Alcanena. Desde o dia 17 de março, data em que se registou o primeiro caso positivo na região, que os 11 concelhos que são abrangidos pelo Agrupamento de Centros de Saúde têm um acumulado de 310 infetados.

Ourém continua a ser o concelho com mais casos devido ao surto que começou no coro do Santuário de Fátima. De acordo com Maria dos Anjos Esperança, coordenadora da Unidade de Saúde Pública do Médio Tejo, o surto está contido, embora seja natural que surjam mais casos positivos que são contactos dos infetados. Hoje há ainda a registar mais uma pessoa que testou positivo no concelho de Alcanena.

Ainda segundo do relatório epidemiológico do Médio Tejo há mais seis pessoas em vigilância ativa e há um registo de mais dez pessoas que tiveram alta do isolamento. Nesta quinta-feira há um total de 81 pessoas em vigilância ativa.

Nas últimas 24 horas mais duas pessoas, ambas de Ourém, tiveram alta da doença, ou seja, fizeram o processo de cura da COVID-19 e fizeram o teste negativo podendo, desta forma, voltar à vida normal.

A área do ACES Médio Tejo tem um registo de 14 óbitos relacionados com a doença provocada pelo SARS-COV-2.

Consulte aqui os casos positivos por concelho:

 

Maria dos Anjos Esperança explicou que estes novos três casos em Ourém estão todos ligados a contactos dos elementos do Coro do Santuário de Fátima. No total, neste momento, há 44 pessoas infetadas neste surto que leva a que Ourém seja, por isso, o concelho mais afetado.

O caso de Alcanena hoje reportado é também uma pessoa de uma família com várias pessoas infetadas com o coronavírus.

A médica de Saúde Pública diz que temos de ter muito cuidado, ainda para mais quando há mais um passo no desconfinamento, com a abertura dos parques de diversões e salões de eventos ou parques infantis. Há que ter cuidado e usar as barreiras que temos, como sejam as máscaras, afirma a delegada de Saúde Pública do Médio Tejo.

Maria dos Anjos Esperança, ACES Médio Tejo

O ACES Médio Tejo abrange a área territorial de 11 municípios com cerca de 235 mil utentes. Abrange as unidades de saúde de Abrantes, Alcanena, Constância, Entroncamento, Ferreira do Zêzere, Mação, Ourém, Sardoal, Tomar, Torres Novas e Vila nova da Barquinha, numa área territorial de 2.706,10 Km's quadrados.

Já os concelhos da Sertã e Vila de Rei que fazem parte do Médio Tejo na divisão político-administrativa em termos de saúde pertencem ao ACES do Pinhal Interior Sul que abrange ainda os concelhos de Proença-A-Nova, Oleiros e cerca de 30 mil utentes.

Nos dois concelhos do Médio Tejo, mas que na saúde integram o ACES Pinhal Interior Sul, há a registar seis casos (todos recuperados) na Sertã e um caso (recuperado) em Vila de Rei.

Consulte aqui os casos positivos / recuperados por concelho: