Pesquisar notícia
segunda,
21 jun 2021
Covid-19

Covid-19: Portugal com uma morte e 724 novos casos

2/06/2021 às 16:04
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

Portugal registou hoje uma morte relacionada com a covid-19 e 724 novos casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2, o maior número desde o início de abril, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS)

De acordo com o boletim epidemiológico de hoje, a região de Lisboa e Vale do Tejo continua a ser a que tem mais casos confirmados, com 358 dos 724 registados.

Relativamente aos internamentos hoje estão menos quatro pessoas em enfermaria totalizando 264, enquanto nos cuidados intensivos estão mais três doentes, totalizando 53.

Os dados divulgados pela DGS mostram também que estão ativos mais 265 casos, para um total de 22.965, e que 458 pessoas foram dadas como recuperadas nas últimas 24 horas, num total de 810.271 recuperados.

Desde o início da pandemia, em março de 2020, morreram em Portugal 17.026 pessoas.

 

Índice de transmissibilidade (Rt) nacional estável, mas incidência continua a subir

O índice de transmissibilidade (Rt) do coronavírus SARS-Cov-2 em Portugal mantém-se em 1,07 e a taxa de incidência de casos de infeção por 100.000 habitantes nos últimos 14 dias aumentou para 66,4.

Os números anteriores destes indicadores, divulgados na segunda-feira, mostravam que o Rt estava em 1,07 e havia uma incidência de 63,3 casos de infeção por 100.000 habitantes.

No boletim epidemiológico conjunto da Direção-Geral da Saúde e do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA) divulgado hoje, os números de Portugal continental revelam que o índice de transmissibilidade subiu de 1,06 para 1,08.

A incidência de casos de infeção por 100.000 habitantes nos últimos 14 dias no continente subiu de 60,4 para 63,7, embora se mantenha inferior ao valor nacional.

Os dados do índice de transmissibilidade e da incidência a 14 dias são atualizados à segunda-feira, quarta-feira e sexta-feira.

Estes indicadores – o índice de transmissibilidade do vírus e a taxa de incidência de novos casos de covid-19 – são os dois critérios definidos pelo Governo para avaliar o processo de desconfinamento iniciado a 15 de março.

O grupo de peritos que aconselha o Governo sobre as medidas contra a pandemia defendeu na sexta-feira que deve manter-se a matriz de risco das "linhas vermelhas" de avaliação da incidência acumulada de casos e do Rt.

 

C/ Lusa e DGS