Vila de Rei: Concurso ficou deserto. Hotel de Vila de Rei vai novamente a hasta pública

Concelhos 2020-02-21

O concurso para venda em hasta pública do Hotel Vila de Rei ficou deserto. Ou seja, a única proposta que deu entrada foi num valor inferior ao da avaliação. A avaliação do imóvel por parte de técnicos tinha o valor base de 493 mil euros.

Agora, segue-se nova hasta pública mas o Executivo votou por unanimidade uma redução de 9% do valor base, o que significa que o valor está agora em 449 mil euros.

A situação foi explicada pelo presidente da Câmara Municipal de Vila de Rei, Ricardo Aires, que disse que houve “só uma proposta mas foi abaixo do valor da licitação e por isso ficou deserto”.

“Neste momento, decidimos baixar o valor em 9%, vai haver outra hasta pública e vamos ver se os concorrentes que foram ver o hotel, que foram vários, se agora vão decidir ou não pela compra do hotel e para que a entidade privada faça o seu trabalho, porque eu tenho a certeza absoluta que vai fazer um melhor trabalho do que nós caso ficássemos com o Hotel”, adiantou o autarca.

Se o próximo concurso voltar a não ter propostas, agora no valor de 449 mil euros, “temos um parecer do nosso advogado que, caso fique deserto, podemos depois falar diretamente com as pessoas que nós sabemos que estão interessadas”, explicou.

No entanto, avançou Ricardo Aires, “mesmo assim, após essas negociações, iremos expor o caso publicamente para toda a gente saber que têm até determinada data para dizerem de sua justiça”.

Questionado se o Hotel será então vendido à melhor proposta, o presidente assumiu que “vencerá a melhor proposta em termos financeiros mas... também o melhor modelo de negócio”.

Propriedade da Autarquia vilarregense, a antiga Albergaria D. Dinis Hotel***, agora “Hotel Vila de Rei *** ”, encontra-se em funcionamento desde 2001, sendo o maior espaço hoteleiro do concelho, com 33 camas, divididas por 16 quartos duplos e um quarto individual.