Pesquisar notícia
sexta,
24 set 2021
PUB
Concelhos

TAGUS: Candidaturas abertas para transformar e comercializar produtos agrícolas

1/08/2018 às 00:00
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

Está aberto o período de recepção de candidaturas aos apoios a duas das ações, no âmbito DLBC Rural, do PDR 2020, para projectos a implementar nos territórios de intervenção da TAGUS. Para incentivar “Pequenos Investimentos na Transformação e Comercialização de Produtos Agrícolas” e “Cadeias Curtas e Mercados Locais” em Abrantes, Constância e Sardoal, a Associação de Desenvolvimento Local tem cerca de 360 mil euros.

Para os “Pequenos Investimentos na Transformação e Comercialização de Produtos Agrícolas”, a TAGUS - Associação para o Desenvolvimento Integrado do Ribatejo Interior tem neste aviso, que encerra a 30 de setembro, uma dotação de 102.639,02 euros para investimentos até aos 200 mil euros, que devem contribuir para o processo de modernização e capacitação das empresas deste sector. Os financiamentos, a fundo perdido, para os pedidos de apoio, inseridos nesta medida, vão até 45 por cento das despesas elegíveis, refere a TAGUS em nota de imprensa.

 Por sua vez, os investimentos, enquadrados nas “Cadeias Curtas e Mercados Locais”, devem promover o contacto directo entre produtores e consumidores, contribuindo para o escoamento da produção local, a preservação dos produtos e especialidades locais, consumo de produtos da época, frescos e de qualidade.

Na mesma nota informa a TAGUS que as candidaturas nesta operação têm de ser submetidas até 15 de outubro. Os 255 mil euros de apoio disponíveis nesta recepção de pedidos de apoio são, na componente “cadeias curtas”, para projectos de armazenamento, transporte e aquisição de pequenas estruturas de venda; acções de sensibilização e educação de consumidores; desenvolvimento de sites, materiais promocionais; e sensibilização para a comercialização de proximidade junto de núcleos urbanos.

Às “Cadeias Curtas e Mercados Locais” podem concorrer associações de desenvolvimento local, autarquias, organizações de agricultores ou parcerias constituídas no mínimo por três produtores, com projectos até aos 200 mil euros, que poderão contar com um apoio de 50 por cento do investimento total elegível, não reembolsáveis. No entanto, serão mais pontuados os pedidos de apoio até aos 100 euros.

Por último, refere a TAGUS que para mais informações os interessados devem consultar o sítio na Internet da TAGUS (www.tagus-ri.pt) ou do PDR2020 (www.pdr-2020.pt).