Pesquisar notícia
terça,
21 set 2021
PUB
Concelhos

Mação: Presidente anuncia novo investidor para o concelho

23/11/2017 às 00:00
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

Vasco Estrela, presidente do Município de Mação, apresentou ontem, na reunião de Câmara, uma carta de intenção de investimento, que foi aprovada por unanimidade.

À margem da reunião, o autarca maçaense explicou à Antena Livre que se trata de um empresário da zona de Leiria, radicado em Lisboa, que tem a intenção de construir um aviário no concelho, num investimento de cerca de 2ME e que poderá garantir a criação de 3 postos de trabalho diretos e 15 sazonais.

“Estamos a falar numa área necessária de cerca de 8 mil m2, sendo que será para uma produção intensiva de frangos, na casa das 960 mil aves por ano. É isto que os investidores têm em mente”, afirmou Vasco Estrela.

Devido à dimensão do potencial investimento, o presidente referiu que a zona industrial de Ortiga reúne as condições necessárias para sediar a nova empresa, sendo que no local ainda se encontram bastantes lotes por ocupar. “Nós sugerimos uns lotes que estão disponíveis na zona industrial de Ortiga e que respondem às necessidades do empresário em causa. Numa primeira abordagem já falámos com o novo presidente da JF de Ortiga que deu abertura para esta hipótese”.

“A zona industrial de Ortiga não tem sido muito viabilizada porque neste momento tem uns terrenos que estão ocupados por uma fábrica de postes de eletricidade, que vão existir durante vários anos. Neste momento [a fábrica] não está a laborar, mas são donos do terreno e os outros lotes remanescentes nunca foram infra estruturados porque nunca tiveram interessados”, explicou Vasco Estrela.

Caso o investimento vá por diante, o autarca garantiu que a Câmara “vai criar as infra estruturas necessárias para a instalação da empresa. Para além de tudo isto, todos os outros incentivos que a Câmara Municipal tem para os outros empresários colocaremos ao dispor deste empresário”, acrescentou.

“Nesta primeira fase era de facto importante que a Câmara dissesse que via com bons olhos esta iniciativa” até porque “atrás destes investimentos podem vir outros”, fez notar o autarca.

Por último, o presidente deixou alguma reserva quanto à intenção do investimento, pois segundo afirmou “nestas situações gosto de ter sempre muitas cautelas, porque são aqueles fatores que nós não dominamos”.