Pesquisar notícia
domingo,
19 set 2021
PUB
Concelhos

Mação: ETAR de Envendos sinalizada, aguarda melhoramentos

2/03/2018 às 00:00
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

A ETAR de Envendos, para qual a aluna Marisa Pinheiro chamou à atenção na última Assembleia Municipal de Mação, está sinalizada pela entidade gestora, a Águas de Lisboa e Vale do Tejo, avançou Vasco Estrela.

Aquando da Assembleia Municipal, que teve lugar na Escola Secundária a 8 de fevereiro, o presidente da Câmara Municipal explicou que esta era uma situação que teria de ser analisada no local, mas que, provavelmente, o que estaria em causa era “um foco de poluição provocado pela ETAR de Envendos, da responsabilidade das Águas de Lisboa e Vale do Tejo, mas que terá de ser visto, avaliado e depois comunicado”.

Na última reunião do Executivo, fizemos o ponto de situação. Vasco Estrela adiantou que a situação parece estar controlada e “não tem havido reclamações” mas que o Município espera que o problema seja resolvido.

“Entrei em contacto com a entidade gestora, a Águas de Lisboa e Vale do Tejo, que informaram ter a situação sinalizada e que iriam contactar os gabinetes de engenharia por forma a tentarem minorar o problema”, informou.

“Não é claro que a ETAR esteja a poluir com grande intensidade e todos os dias mas, também é certo que a queixa que foi apresentada pela aluna na Assembleia Municipal, e outras que já chegaram à Câmara, por escrito, têm um fundo de verdade”, assumiu.

O autarca acrescentou que “conforme é obrigação da Câmara, comunicámos à entidade gestora, a quem a Câmara paga para tratar destes assuntos e a quem os munícipes do concelho de Mação também estão a pagar, para que resolva o problema”. “Assunto este que já devia estar resolvido há uma série de anos porque desde 2010 que essa empresa, e a que a antecedeu, sabiam bem o contrato que assinaram com o Município de Mação e os encargos que teriam, que era remodelar uma série de ETAR’s, entre as quais a de Envendos”.

Relativamente aos maus cheiros, o autarca afirmou que “neste momento, a informação que tenho é que a situação não está totalmente ultrapassada mas, entretanto, também não surgiram mais reclamações”.

Já o presidente da Junta de Freguesia de Envendos, João Luís Pereira, também demonstrou a sua preocupação e aguarda que o problema seja resolvido em breve.