Pesquisar notícia
sábado,
18 set 2021
PUB
Concelhos

Mação: Cancelada edição das Ruas Enfeitadas do Pereiro. Festa mantem-se.

21/08/2017 às 00:00
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

O evento Pereiro de Mação - A Capital das Ruas Enfeitadas, agendado para os dias 22 a 27 de agosto, foi esta sexta-feira cancelado pela organização.

Depois do ânimo das pessoas ter sido fortemente abalado pelos incêndios que destruíram grande parte do concelho, eis que mais um acidente aconteceu. Nuno Neto, presidente da Direção da Associação Desportiva e Cultural do Pereiro, explicou que, “não obstante a tragédia que se abateu sobre todo o nosso Concelho, o que atrasou toda a preparação”, tudo estava “controlado” e pronto para “avançar, tal como em anos anteriores”.

Mas, na manhã de sexta-feira, 18 de agosto, “um dos grandes impulsionadores das Ruas Enfeitadas, o António João Maia, sofreu um acidente grave quando estava a tratar da instalação das flores, o que o obrigou a um internamento hospitalar e é uma situação ainda grave”.

No entanto, “apesar do cancelamento das Ruas Enfeitadas, o resto da programação das Festas propriamente ditas, mantem-se”, acrescentou Nuno Neto. Assim, “a partir de sexta-feira, 25 de agosto, e até domingo, teremos as nossas festas como é habitual. Apenas as ruas ficarão despidas dos milhares de flores que costumamos colocar”.

“Até porque não havia condições para enfeitar. O António João Maia é o grande impulsionador, principalmente da zona junta à Associação, como é o Largo do Girassol. O importante é que o António Maia recupere rapidamente e totalmente”, disse o presidente.

Do programa deste ano das Festas do Pereiro, Nuno Neto destaca “um programa bastante preenchido, com muita animação e espetáculos musicais”.

O ponto alto das Festas do Pereiro é a vertente religiosa, “no domingo à tarde, a partir das 17 horas, em que teremos a Missa e a Procissão com a padroeira da aldeia, a Nossa Senhora da Saúde” transportada simultaneamente por dezasseis pessoas.

Nuno Neto apelou ainda à visita à aldeia por estes dias, dizendo “que era uma boa forma de mostrarmos solidariedade com o nosso Concelho porque a tragédia foi grande. O que peço é que as pessoas se mobilizem e venham às festas”.