Pesquisar notícia
terça,
28 set 2021
PUB
Concelhos

Mação: Câmara apoia munícipes para toma correta da medicação

3/12/2020 às 09:20
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

A Câmara Municipal de Mação aprovou na última reunião ordinária a celebração de um Protocolo com a Associação Nacional das Farmácias e a Associação Dignitude para a Comparticipação do Serviço de Preparação Individualizada da Medicação.
Este protocolo trata-se de um serviço farmacêutico para todos os maçaenses que tenham doenças, para que seja possível gerirem a sua medicação da melhor maneira possível. Este serviço estará disponível a partir de janeiro de 2021 e irá depender da disponibilidade das farmácias.
“É com a consciência de que muitas pessoas, principalmente idosos e doentes crónicos, não tomam a sua medicação corretamente devido a confusão da terapêutica, duplicações ou esquecimentos, que a Autarquia implementa esta medida em que os medicamentos são organizados pelo farmacêutico num dispositivo, homologado pelo Infarmed, com vários compartimentos, selado e descartado após a sua utilização, garantido que o utente toma a medicação de forma correta”, informa o Município.
A preparação da medicação pode ser feita semanal ou mensalmente, sendo que a Câmara Municipal comparticipará um custo semanal de 5 euros por cada utente.
Todos os doentes crónicos ou idosos maçaenses, a tomar vários medicamentos de uso continuado podem usufruir deste serviço desde que não tenham qualquer tipo de apoio institucional por parte de uma IPSS. A sinalização é feita pelo médico de família, no Centro de Saúde, que passará a informação ao Município que fará uma análise mediante os critérios estabelecidos e a condição socioeconómica da pessoa para atribuição desta comparticipação, que é totalmente gratuita.
Vasco Estrela, presidente da Câmara Municipal, afirma que “a Autarquia, para além das suas óbvias competências, tem tido uma grande sensibilidade neste âmbito da saúde e do social. Temos desenvolvido um trabalho de grande acompanhamento dos nossos Munícipes, através de vários mecanismos e ações, quer através do nosso Serviço de Ação Social, que tem aqui um papel fulcral, quer através de vários protocolos desta natureza. Esta postura de preocupação e de proximidade tem sido fundamental para fazer face às situações que vão surgindo e que vamos sinalizando, de vários âmbitos. Como tal, tudo aquilo que pudermos fazer para proporcionar estilos de vida saudáveis e o acesso dos Munícipes a mecanismos de apoio como este que agora estamos a promover, estamos assim cientes de que estamos a cumprir a nossa missão”.
A Câmara Municipal encontra-se a preparar os procedimentos para o início do projeto, que deverão ser tratados no Serviço de Ação Social. O arranque está previsto para janeiro de 2021, cuja data será anunciada em breve.