Pesquisar notícia
terça,
28 set 2021
PUB
Concelhos

Mação: Assembleia Municipal de Mação aprova piscina em Envendos

28/04/2017 às 00:00
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

A Assembleia Municipal de Mação, que se reuniu esta quinta-feira, aprovou por maioria um protocolo com a Junta de Freguesia de Envendos, com vista à construção de uma piscina e de uma zona de lazer naquela que é a maior freguesia do Concelho em termos de área.

“Que fique claro! O dono desta obra é a Junta de Freguesia de Envendos”, anunciou o presidente da Câmara Municipal de Mação.

“Trazemos este protocolo à AM pela sua envergadura e que implica um investimento municipal de 90 mil euros”, justificou o presidente, adiantando que se trata “de uma parceria, a funcionar, onde propostas são feitas à Câmara e a Câmara decide se deve ou não acompanhar”.

“O que estamos aqui hoje a fazer não é nada que não tivesse sido feito ao longo destes três anos com outros. Não vai ser feito nada de diferente do que tem sido feito noutras freguesias”, disse Vasco Estrela.

A construção deste equipamento é uma pretensão de há muito agora concretizada. O presidente referiu que “há muito tempo que a freguesia de Envendos reclama algo similar. Durante muito tempo acalentou-se a esperança e a vontade de se fazer algo no Pego da Rainha”. “É a maior freguesia do Concelho em termos de área e entendeu-se que poderia ser uma boa iniciativa para a freguesia e para o concelho”.

Este é um “equipamento que faz falta” em Envendos e cujo terreno foi doado à Junta de Freguesia pelo Centro Social.

A questão já tinha sido levada a reunião do Executivo e “foi aprovado somente por maioria”, explicou o autarca, reforçando que “ao longo deste mandato, a Câmara, comprovadamente, tem dado apoio a todas as juntas de freguesia”.

António Louro, vice-presidente da CM, descreveu as vantagens deste modelo defendido pela Autarquia e que será similar à piscina do Peral, no concelho de Proença-a-Nova.

“A alteração prende-se apenas com uma questão de profundidade. Este projeto é mais equilibrado”, explicou o vice-presidente.

António Louro afirmou ainda que se “percebe a pressão que os Envendos sentem, e que nenhuma das outras freguesias sente da mesma forma, pois as freguesias que fazem fronteiras com Envendos já têm este tipo de equipamentos”.

O protocolo de apoio à Junta de Freguesia de Envendos foi aprovado pela maioria social-democrata e mereceu os votos contra dos oito deputados do Partido Socialista.

António Reis (PS) questionou o timing da obra, deixando no ar que poderia tratar-se de “aproveitamento eleitoral”. José Fernando Martins (PS), presidente da União de Freguesias de Mação, Penhascoso e Aboboreira também questionou o Executivo acerca da sustentabilidade do equipamento e quis saber qual “o papel da Câmara Municipal no futuro”. Já o deputado socialista Cardoso Lopes afirmou que “não é um investimento que se justifique, portanto, não somos muito favoráveis à proposta”.