Pesquisar notícia
segunda,
20 set 2021
PUB
Concelhos

Incêndios: Três feridos leves em Tomar, fogo em resolução

3/07/2017 às 00:00
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

O comandante distrital de operações de socorro de Santarém disse à Lusa que dois bombeiros e um civil ficaram hoje feridos no incêndio que deflagrou hoje às 12:02 em Portela, no concelho de Tomar.

Falando no posto de comando instalado numa antiga cerâmica junto a Portela, na freguesia de S. Pedro de Tomar, Mário Silvestre disse à Lusa que um dos bombeiros sofreu exaustão e o outro fez um traumatismo em sequência de uma queda e que o civil sofreu queimaduras leves.

Segundo o comandante, os bombeiros são das corporações de Constância e da Maceira (Leiria).

A presidente da Câmara Municipal de Tomar, Anabela Freitas, que se deslocou ao local, adiantou que o ferido civil se queimou a tentar tirar o trator do anexo, única estrutura referenciada como tendo sido afetada, na freguesia de S. Pedro, quase logo ao início do incêndio.

Anabela Freitas afirmou que a preocupação foi salvaguardar habitações, tendo sido igualmente concentrados esforços junto de uma indústria agropecuária.

Mário Silvestre disse haver a informação, ainda não confirmada, de algumas perdizes afetadas nessa exploração, não por ação direta do incêndio, mas pelo fumo que se gerou naquela zona.

Anabela Freitas afirmou que algumas estradas municipais e secundárias e caminhos vicinais foram cortados “por precaução”, apelando a que as populações respeitem as ordens que lhes são dadas.

A autarca realçou também o facto de ter constatado que muitas habitações tinham a faixa de gestão de combustível feita, mas lamentou que outras apresentem ainda “erva até junto à casa”.

Mário Silvestre afirmou que os trabalhos estão “a decorrer de forma muito favorável”, estando o incêndio a entrar em fase de resolução.

“O grande problema foram os outros incêndios todos no distrito de Santarém”, disse, referindo que estão ativos ou a exigir ainda concentração de meios os fogos em Tramagal (Abrantes), Marinhais (Salvaterra de Magos), e Carvalheiro (Alcanena).

Sobre o incêndio no Tramagal, Abrantes, Mário Silvestre disse ter a indicação da existência de quatro feridos por intoxicação e dois por queimaduras leves, todos eles combatentes da AFOCELCA, não estando nenhum deles em estado grave.

O comandante adiantou que o distrito está neste momento a receber, por indicações do comando nacional, reforços de outros pontos do país.

O incêndio que começou hoje às 12:02, em Portela, no concelho de Tomar, tinha envolvidos no combate, cerca das 17:30, 279 operacionais, 76 viaturas e três meios aéreos, segundo informação constante na página da proteção civil.

No incêndio que deflagrou às 12:01 em Crucifixo, na freguesia de Tramagal (Abrantes), estavam 156 operacionais, ajudados por 48 viaturas, no de Carvalheiro (Alcanena), que começou às 14:19, estavam 136 combatentes, 40 viaturas e cinco meios aéreos, e no de Marinhais (Salvaterra de Magos), com início às 15:29, estavam 90 operacionais, 28 viaturas e quatro meios aéreos.

Lusa