Encerramento da Central do Pego: Autarca de Abrantes reúne com ministério e empresa

Concelhos 2019-05-28

A noticia vem de sexta-feira, o Governo quer encerrar a central de produção de eletricidade a carvão do Pego, em 2022. A afirmação foi feita pelo ministro do Ambiente José Matos Fernandes.

Trata-se do encerramento dos dois dois grupos a carvão e não de todo o complexo de produção de eletricidade. A central do Pego tem também dois grupos que produzem eletricidade com recurso à queima de Gás Natural.

A Antena Livre contactou o presidente da Câmara Municipal de Abrantes que, para já, apenas disse que está a acompanhar a situação de perto e adiantou que está a agendar reuniões com o ministério do ambiente e com a empresa Tejo Energia. Manuel Jorge Valamatos não deverá pronunciar-se sobre este assunto antes de ter realizados estas reuniões.

Recorde-se que o ministro do Ambiente disse, na sexta-feira, em Coimbra, que "a boa notícia é que a central do Pego vai mesmo encerrar muito pouco depois de 2020. Estamos a trabalhar com o objetivo de, em 2022, essa central já ser encerrada".

O ministro do Ambiente reafirmou ainda o objetivo de encerrar a central termoelétrica de Sines até 2030 (a data traçada para as duas centrais).