Constância: Fernando Daniel é o cabeça de cartaz das Festas de Nossa Senhora da Boa Viagem

Concelhos 2020-01-29

Fernando Daniel, P*ta da Loucura e a banda do filme "Variações" são os cabeças de cartaz da edição 2020 das Festas do concelho de Constância, as Festas de Nossa Senhora da Boa Viagem, que se irão realizar nos dias 11, 12 e 13 de abril.

A apresentação do programa das festas deste ano decorreu esta quarta-feira no Salão Nobre da Câmara Municipal onde se ficou a saber que Fernando Daniel atuará no dia 11 de abril (sábado), os P*ta da Loucura são os convidados de dia 12 (domingo) e, no dia 13 (segunda-feira), feriado municipal, será a banda do filme Variações a encerrar os festejos.

O programa musical escolhido resulta de uma conciliação entre vários estilos, diz o presidente da Câmara Municipal, Sérgio Oliveira, "de forma a abranger um maior número de pessoas".

Apresentação do programa das Festas do Concelho de Constância, 29/01/2020

Durante as festas de Nossa Senhora da Boa Viagem, as ruas da vila são ornamentadas por diversas associações e entidades dão vida e cor à vila poema, despertando a curiosidade de miúdos e graúdos. A estrutura este ano vai ser semelhante àquilo que já tem sido praticado nos últimos anos.

São três dias em que se prova que "o concelho está vivo e se recomenda" e que representam "um investimento que o Município faz na promoção do concelho" e não uma despesa. Contudo, a autarquia dá conta de que estão envolvidos na concretização deste evento "entre 120 mil a 140 mil euros", valor semelhante ao dos anos anteriores.

As festas vão ser marcadas também pela "tradicional tarde de folclore, pelas ruas floridas, pelo grande prémio da Páscoa em atletismo" e ainda pela "mostra de artesanato, mostra de sabores". Todo um conjunto de iniciativas que, diz o presidente do Município, "já marcam as nossas festas" e que só são possíveis com "o envolvimento de todos. A Câmara Municipal é cabeça de cartaz mas depois estão as populações, as associações, os empresários, os comerciantes que em conjunto colaboram para que as festas sejam um sucesso".

Festividades que pretendem ser "uma harmonia entre aquilo que é a tradição da Festa de Nossa Senhora da Boa Viagem, as raízes desta festa ligada ao passado marítimo da vila e à devoção com uma festa mais comercial, que traga pessoas à vila e que, com isso, se dinamize o comércio local, a economia local", conforme disse o presidente da autarquia, Sérgio Oliveira.

Nesse sentido, vai haver também tasquinhas, dinamizadas por "cinco ou seis" associações do concelho.

Apesar das festas do concelho serem um fator de atração de visitantes, Sérgio Oliveira reitera que "o concelho é muito mais do que as festas e tem muito mais razões para ser visitado, quer nas festas quer fora das festas".

Mas inserido neste contexto de festas, o autarca destaca um "momento único" a que todos são convidados a assistir: a bênção dos barcos no rio.

CERIMÓNIAS RELIGIOSAS, O PONTO ALTO DA TRADIÇÃO

Nossa Senhora da Boa Viagem (foto de arquivo Antena Livre - 2019)

Nesta que é uma "festa marcada por uma história", um dos pontos altos é precisamente a parte religiosa, com a procissão dos barcos pelos rios Tejo e Zêzere, com pescadores e marítimos que pedem proteção à padroeira dos marítimos.

"Sem dúvida que o dia alto é a segunda-feira porque é o feriado municipal [dia em que vão ser também homenageados funcionários do Município], e é a procissão em honra de Nossa Senhora da Boa Viagem e a bênção dos barcos e das viaturas [esta última a acontecer na Praça Alexandre Herculano]", diz Sérgio Oliveira acerca deste momento solene que considera merecer a deslocação até à Vila Poema: "é uma cerimónia única no país".

Momentos religiosos repletos de significado que fazem "pensar naquilo que foi o passado do nosso concelho e na dificuldade que aqueles homens e mulheres passaram quando viviam dos rios".

E água não vai faltar para os barcos desfilarem pelos rios, garante o presidente que deu conta de que o protocolo com a EDP se mantém, pelo que a barragem de Castelo de Bode vai abrir as comportas.

São vários os municípios ribeirinhos que marcam anualmente presença neste momento, com barcos ornamentados e pares trajados, sem esquecer os andores com a Nossa Senhora da Boa Viagem.

Recorde aqui esta cerimónia da procissão dos barcos nesta reportagem da Antena Livre, em 2018: https://www.antenalivre.pt/noticias/constancia-festas-de-nossa-senhora-da-boa-viagem-deram-vida-a-vila-poema-com-ruas-floridas-gastronomia-artesanato-e-tradicao/.

 

Ana Rita Cristóvão