Pesquisar notícia
quarta,
22 set 2021
PUB
Concelhos

Constância: ‘Villa Tejo Nature & Spa Hotel’ suscita dúvidas nos vereadores da oposição

9/03/2017 às 00:00
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

O ‘Villa Tejo Nature & Spa Hotel’ foi hoje um dos temas centrais da reunião do executivo camarário de Constância.

O ponto da ordem de trabalhos referente ao pedido de prorrogação do prazo para requer aprovação de projetos de especialidades para o novo hotel foi aprovado por maioria, mas contou com as abstenções dos vereadores da oposição eleitos pelo PS.

No final da sessão, em declarações à Antena Livre, António Mendes (PS) justificou a abstenção por considerar que existem dúvidas nos prazos do processo, admitindo mesmo não querer “ferir a lei”.

“A minha intenção de votar este ponto em abstenção (…) situa-se em dúvidas relativamente aos prazos que foram ultrapassados e alguns atropelos à lei (…) porque um voto favorável poderia implicar alguma ilegalidade, foi nesse sentido que me abstive”, justificou.

“Bem sei que posso votar favoravelmente ou negativamente, sei que posso, mas mediante a lei tenho dúvidas e sendo que tenho dúvidas abstive-me”, reforçou.

O vereador socialista disse ainda que “deseja ardentemente que Constância tenha empresários e empresas que queiram investir na hotelaria, nomeadamente nestes empreendimentos hoteleiros”.

Por sua vez, Júlia Amorim, presidente da Câmara Municipal, considerou que não havia justificação para dúvidas, uma vez que “se houvessem dúvidas quanto à natureza legal da prorrogação deste prazo naturalmente que não era despachado para a reunião de câmara”, afirmou.

 “Se veio à reunião de câmara [o pedido] é porque houve o entendimento que reunia as condições para ser deliberado, isto depois da análise do parecer dos serviços e do nosso jurista", aludiu a presidente.

“Até pensei que este assunto não levasse a observações e à discussão porque para mim é uma prorrogação. E não me senti surpreendida pela mesma, pois trata-se de um investimento de milhões de euros, que todos nós conhecemos: os eleitos, a população e a comunicação social. Todos nós temos conhecimento que o investimento foi candidato, que essa candidatura foi analisada e tudo teve os seus timings que não foram muitos vezes cumpridos por entidades alheias à Câmara e ao promotor”, salientou a autarca.

“Todos nós entendemos que este é um investimento que não se pode perder”, fez notar.

Recorde-se que Villa Tejo Nature & Spa Hotel representa um investimento de 3,7 milhões de euros e é uma unidade hoteleira que vai ser construída com o apoio de fundos comunitários, em Constância.

O futuro hotel, que conta com comparticipação financeira de 1 milhão de euros de fundos comunitários, "vai começar a ser construído em março deste ano, com os trabalhos a prolongaram-se por 24 meses", estando a inauguração prevista para a primavera de 2019, já avançou o promotor João Rosa.

Noticia relacionada:

http://www.antenalivre.pt/noticias/constancia-villa-tejo-nature-spa-hotel-avanca-e-representa-37-me-de-investimento-privado