Constância: Ana Laíns é a madrinha da Festa de Nossa Senhora da Boa Viagem

2020-06-25

“Das muitas razões que explicam porque Portugal está hoje na moda, uma das mais marcantes é seguramente a sua base cultural e a importância da sua cultura popular.

Fruto do nosso desenvolvimento social e cultural, e ao contrário de muitos países que se renderam às maravilhas da globalização, resultando na indiferenciação e quebra de autenticidade, Portugal afirma-se hoje pelos seus valores únicos e pela dimensão da sua multiculturalidade, onde a expressão da sua autenticidade se encontra em cada um de nós, em cada aldeia, vila ou cidade.

É a manutenção e a afirmação inequívoca desta autenticidade, com manifestações em múltiplas categorias culturais, que se pretende homenagear com a eleição das 7 Maravilhas da Cultura Popular®”.

A Festa de Nossa Senhora da Boa Viagem, em Constância, é sem dúvida uma referência na região e no país a nível da religiosidade, sendo por isso um marco importante da Cultura Popular.

O Município afirma que “quisemos ter uma madrinha que represente a Portugalidade, que defende a celebração da língua portuguesa, a nossa cultura, alguém da nossa terra, mas que nos representa no mundo inteiro com a sua voz inconfundível. A Ana Laíns é a nossa madrinha”.

É já no próximo dia 28 de junho, que se inicia a votação dos candidatos às 7 Maravilhas da Cultura Popular.

De relembrar que nesta final distrital constam ainda as candidaturas das Velas de Cardigos e o Picareto de Ortiga, de Mação, as capelas enfeitadas com tapetes de flores em Sardoal, bem como a manta de Minde, de Alcanena, a cestaria em junco de Coruche e a Festa da Bênção do Gado em Torres Novas.