Pesquisar notícia
sábado,
25 set 2021
PUB
Concelhos

Assembleia Municipal de Vila de Rei aprova proposta do PSD de apoio ao arrendamento jovem (C/SOM)

27/09/2019 às 00:00
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

A Assembleia Municipal de Vila de Rei aprovou por unanimidade, na sessão ordinária de 26 de setembro, uma proposta de recomendação do Partido Social Democrata com o tema ‘Programa de Apoio ao Arrendamento Jovem e ao Arrendatário’, que prevê um conjunto de medidas de apoio para facilitar o arrendamento no concelho.

A proposta aprovada foi apresentada pelo deputado Hélder Antunes (PSD), que a classificou como uma "boa aposta, que salvaguarda os interesses do município" e que contribuirá para"fixar mais gente e dinamizar um pouco mais a economia".

Em concreto, a recomendação prevê a criação de um Regulamento de Apoio ao Arrendamento Jovem e ao Arrendatário, com base nos seguintes pressupostos: a "atribuição de uma subveção a portadores do Cartão Jovem Municipal com o objetivo de apoiar a renda de habitação permanente"; a "atribuição da redução da taxa de IMI para prédios arrendados na área do Concelho de Vila de Rei"; e também a "redução ou isenção do preço e/ou taxas de licenças municipais no que diz respeito à construção ou recuperação de habitações, desde que se destinem a arrendamento, por um período não inferior a cinco anos".

O PSD defende que "numa altura em que a emancipação jovem em Portugal é cada vez mais tardia, os jovens saem de casa dos pais cada vez mais tarde e os que ousam ter a coragem de ser independentes deparam-se com diversas dificuldades, sejam os baixos salários, a instabilidade laboral ou os elevados custos com habitação ou mesmo a falta de habitação para arrendar", e estando o Município de Vila de Rei num momento em que "aposta fortemente na fixação de novas empresas e no desenvolvimento das existentes e consequentemente na fixação de mão-de-obra", a falta de habitação disponível para arrendamento e "consequentemente os elevados preços praticados levam a que os jovens vilarregenses optem por sair cada vez mais tarde de casa dos seus pais e os que querem trabalhar no nosso concelho optem por se fixar nos concelhos limítrofes".

Em reação à proposta apresentada, o presidente do município de Vila de Rei, Ricardo Aires, diz que esta "poderá traduzir-se numa importante forma de incentivar e apoiar o arrendamento jovem no concelho, ao mesmo tempo que fornece novos apoios para a recuperação de edifícios".

"É, cada vez mais, essencial criar condições para que os jovens consigam fixar-se no nosso Concelho e estamos empenhados em trabalhar nesse sentido", acrescenta.

Já o presidente da Assembleia Municipal, Paulo Brito (PSD) considerou que esta iniciativa, a concretizar-se, irá "melhorar a dinâmica" já existente no concelho a nível de atribuição de apoios e de aposta na fixação de população.

Aprovado em Assembleia Municipal, o tema seguirá agora para o Executivo Municipal, que deliberará sobre a criação deste Regulamento.

 

Ana Rita Cristóvão