Pesquisar notícia
terça,
21 set 2021
PUB
Concelhos

Abrantes: Rotary Club presta homenagem a João Silva Tavares

27/01/2017 às 00:00
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

Um “exemplo enriquecedor” no servir a comunidade

João Silva Tavares, nascido em Alferrarede em 1922, figura bem conhecida da terra pelo seu envolvimento nas mais variadas áreas, foi homenageado esta terça-feira, dia 24 de janeiro, pelo Rotary Club de Abrantes (RCA). Assinalou-se, assim, o facto de João Silva Tavares ser o rotário que, a nível nacional, há mais tempo – 36 anos – tem a missão de ser o elo entre o seu clube e a Fundação Rotária. Cerca de 100 pessoas participaram num jantar surpresa demonstrando o seu carinho e respeito, pessoal e profissional.

Sócio fundador do RCA, João Silva Tavares tem um percurso profissional de reconhecimento indiscutível. Em Abrantes é conhecido pela sua farmácia com avançada tecnologia e pelo Laboratório de Análises que fundou, em Alferrarede, e que ainda o mantém ativo, aos 94 anos, tendo já expandido a sua atividade muito para além das fronteiras do concelho. Mas na sua vida destacam-se muitos outros momentos, como o facto de ter sido o primeiro presidente da Junta de Freguesia de Alferrarede e de ter sido presidente da Assembleia Geral dos Dragões, clube de futebol da sua freguesia.

No discurso de homenagem, o também sócio fundador do RCA, Augusto Morgado, lembrou como João Silva Tavares teve que “lutar duramente para poder trabalhar e estudar”. Durante a 2ª Guerra Mundial, João Silva Tavares serviu na Marinha Portuguesa. Depois fez o bacharelato, em Lisboa, e a licenciatura em Farmácia, no Porto. Ao longo da sua vida, João Silva Tavares envolveu-se em diversas missões ligadas às áreas da Farmácia, das Análises Clínicas e da Educação Sanitária, sendo atualmente presidente da Assembleia Geral da Associação Portuguesa de Analistas Clínicos. Em muitas das suas atividades foi acompanhado e apoiado pela esposa, Maria Salomé Falcão, falecida em 1976, com quem teve quatro filhos que lhe deram quatro netos.

 ‘Servir’ é, pois, o verbo que mais caracteriza a vida deste abrantino, que a 20 de maio de 1980 fez parte do núcleo de profissionais que fundaram o RCA. Para além do homenageado e de Augusto Morgado, também José Rodrigues esteve na formação inicial do clube, continuando os três a ter uma atividade dinâmica no âmbito do RCA, que se destaca por ser um grupo constituído por diferentes áreas profissionais que tem como objetivo servir a comunidade do seu território em áreas como a educação, a saúde e o apoio social.

No discurso de homenagem, Augusto Morgado frisou o “orgulho” que o RCA tem em João da Silva Tavares, no que ele representa para Abrantes e para o clube, sublinhando o “exemplo enriquecedor que nos deu e continua a dar”, sobretudo às próximas gerações, “que poderão ter desafios tão grandes como aqueles que teve até singrar”.

A homenagem a João Silva Tavares surge no momento em que cumpre 36 anos como delegado do RCA à Fundação Rotária Portuguesa, tantos anos como o clube tem, sendo, portanto, o único que desempenhou até agora esta missão, “serviço que tem cumprido com toda a dedicação e competência”. O tempo em que desempenha esta função faz dele um “caso único no Movimento Rotário do nosso país” e, provavelmente, também no Movimento Rotário Internacional, como admitiu Augusto Morgado.

No jantar de homenagem estiverem presentes, para além de familiares, amigos, médicos, farmacêuticos e colaboradores de João Silva Tavares, Maria do Céu Albuquerque, presidente da Câmara Municipal de Abrantes, António Mor, presidente da Assembleia Municipal de Abrantes, Luís Valente, Administrador da Fundação Rotária Portuguesa, Ema Paulino, presidente da Direção da Secção do Sul e Regiões Autónomas da Ordem dos Farmacêuticos, Filomena Cabêdo e Lencastre, da Direção da Associação Portuguesa dos Analistas Clínicos, e Cátia Sousa Marques, da Direção da Associação Nacional das Farmácias.

Crédito:HCS