Abrantes: Homenagem ao RAME em Dia da Cidade

Concelhos 2019-06-14

Decorreram na manhã desta sexta-feira, 14 de junho, as cerimónias oficias do Dia da Cidade de Abrantes, que comemora a data de 1916 quando foi elevada à categoria de cidade. Tiveram lugar no castelo, perante convidados, entidades e população em geral, e contaram com a presença do Chefe do Estado Maior do Exército, general José Nunes da Fonseca.

No seu discurso, o presidente da Câmara Municipal de Abrantes começou por fazer uma reflexão sobre a presença militar na história da cidade.

“Este Castelo de Abrantes, depois Fortaleza, sempre foi, desde há séculos, um eixo estratégico fundamental em momentos marcantes na História de Portugal. (…) Abrantes foi, é, e sempre será, um território geográfico determinante para as chefias militares, pela sua dimensão estratégica e tática. Falamos na História de um centro de decisão e lugar de confluência, que nos dias de hoje continua a ser representado pelo Regimento de Apoio Militar de Emergência, em nosso entender, uma estrutura de referência incontornável de suporte à proteção e à sociedade civil”, começou por declarar o presidente.

A homenagem ao RAME

Manuel Jorge Valamatos destacou depois o trabalho de cooperação que tem vindo a ser feito com o RAME, sediado em Abrantes.

Falou da “postura cooperante, o diálogo institucional permanente. A abertura da instituição militar cada vez mais notória, o apoio continuado aos múltiplos programas de intervenção comunitária e, até, de realização conjunta (como hoje), reforçam esta posição de cooperação, num trabalho permanente de convergência de esforços entre as forças civis e militares. Reiteramos o já afirmado aquando da atribuição da Medalha de Mérito Municipal: o Regimento de Apoio Militar de Emergência e o Exército têm e terão, sempre, no Município de Abrantes um aliado na afirmação da sua memória histórica e no apoio continuado a toda a sua capacidade permanente, multifuncional e abrangente. O RAME é hoje, uma plataforma de apoio indiscutível para a Comunidade abrantina”.

O autarca agradeceu ao coronel César dos Reis, primeiro comandante do Regimento, dizendo que “na pessoa do Sr. Coronel César Luís Henriques dos Reis, primeiro Comandante do Regimento de Apoio de Emergência de Abrantes, prestamos a nossa homenagem com um Voto de Louvor que eleva o nome do RAME e aos que fazem parte do dia-a-dia desta Instituição. Oficiais, sargentos, praças e civis: a todos a nossa sentida gratidão. O seu legado, demonstrado pelo apoio às instituições de ensino, ou ao tecido empresarial e associativo, é um enorme desafio para todos nós e digno dos mais valorosos comandantes. Muito obrigado, Sr. Coronel César dos Reis e as maiores felicidades para as suas funções. Um fortíssimo abraço ao Comandante atual do RAME, Coronel Mário Alexandre de Menezes Patrício Álvares e, na sua pessoa, a todos os militares aqui presentes, pela invulgar capacidade de diálogo, de mobilização e de inovação da estrutura regimental instalada, que muito distingue e engradece a herança militar em Abrantes.

Não posso deixar também de endereçar uma palavra para os nossos Combatentes e suas famílias, pela coragem com que deram o melhor de si por Portugal. A nossa sentida Homenagem e Reconhecimento”.

O presidente da Câmara de Abrantes agradeceu aos munícipes e aos autarcas presentes e falou do poder autárquico, destacando “novas formas de atuação”. “O nosso sentido agradecimento pela presença e pelas relações de cumplicidade, institucionais e pessoais, virtude tão nobre para quem desempenha estas funções. Neste grande momento de afirmação do Poder Local, continuamos em Abrantes a privilegiar a construção diária de novas redes, de novos princípios de intermunicipalidade, de novas formas de atuação e de aceitação dos novos desafios da descentralização. Contarão sempre com Abrantes e Abrantes ter-vos-á sempre como parceiros privilegiados”, disse Manuel Jorge Valamatos.

A mensagem aos abrantinos

Falando diretamente aos abrantinos, o presidente da Câmara, afirmou que “hoje, e desde há 103 anos, comemoramos a celebração da nossa história, da nossa identidade. Celebramos o compromisso que ao longo de décadas foi construído por homens e mulheres desta comunidade.

Abrantes é o nosso concelho. A nossa Cidade. Uma Cidade boa para nascer, viver, trabalhar e investir. Em Abrantes construímos o futuro com todos e para todos.

Para sermos cada vez melhores. Para tornarmos a nossa cidade, o nosso concelho, a nossa região, mais competitiva, mais qualificada, mais justa, solidária e com uma fortíssima ambição no futuro. Para que os nossos cidadãos, jovens e menos jovens, sejam mais esclarecidos, mais participativos e mais inteligentes. Cabe a todos nós Abrantinos continuar a inovar, a consolidar a nossa confiança no futuro. Cabe a cada um de nós promovermos positivamente a nossa cidade, o nosso turismo, a nossa gastronomia, a nossa economia, a nossa inovação, a nossa educação, a nossa saúde e principalmente a nossa capacidade de sermos Fortes, Inteligentes e Gentis.

Queremos continuar a olhar para as nossas pessoas, freguesias, instituições e empresas, encontrando sempre as melhores soluções em conjunto. E estas soluções são encontradas todos os dias em conjunto com os nossos colaboradores que hoje também aqui recebem uma justa homenagem.

Todos temos noção dos rigorosos e exigentes desafios que nos são colocados todos os dias. Continuaremos a trabalhar com a dedicação, empenho, vontade e humildade. Continuaremos a trabalhar na proximidade com as pessoas, reforçando o compromisso de criar as melhores condições para o desenvolvimento e afirmação do nosso concelho.

A todas estas Pessoas de Abrantes, que fazem de Abrantes o nosso concelho, vocês são o nosso maior orgulho; vocês são, neste Castelo, o maior monumento que honra a memória e a história da nossa Cidade Centenária”.

Fotos: Carolina Ferreira