Pesquisar notícia
quarta,
29 set 2021
PUB
Concelhos

Abrantes: Câmara anuncia que Feira de S. Matias fica em definitivo no Rossio

21/01/2020 às 00:00
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

A Câmara Municipal de Abrantes anunciou esta terça-feira, 21 de janeiro, na reunião do Executivo “que após auscultação dos feirantes e dos abrantinos, decidiu manter em definitivo em Rossio ao Sul do Tejo a Feira de S. Matias”.

“Em primeiro lugar porque os feirantes desejam que assim seja”, começou por justificar o presidente da Câmara, adiantando que os feirantes consideram que “no Vale da Fontinha ficam as coisas muito em cima das outras, ficam com fragilidades no que diz respeito à dispersão”.

“Depois há outra situação que nos deixa preocupados”, continuou Manuel Jorge Valamatos, e que se prende com o facto de “daqui a duas, três semanas vamos iniciar a atividade da Feira Semanal no Vale da Fontinha e com a Feira de S. Matias ali, corresponderia a dizer que iríamos ficar pelo menos dois meses sem Mercado Semanal. E os feirantes que vão estar na Feira de S. Matias entendem que as duas coisas entram em conflito e que, para eles, a Feira ficará melhor no Rossio”.

O autarca acrescentou ainda que “vamos apostar forte no Rossio ao Sul do Tejo para tentar consolidar ali a Feira de S. Matias, apostar numa melhor disposição, na valorização das entradas e acessos, na regulamentação e criar um ambiente de feira mais agradável”.

Questionado pelo vereador Armindo Silveira, do Bloco de Esquerda, se a decisão agora tomada é definitiva, Manuel Jorge Valamatos explicou que o Vale da Fontinha “foi um projeto feito para uma grande bolsa de estacionamento, sempre a pensarmos no Mercado Semanal e na eventual colocação ali da Feira de S. Matias”. Armindo Silveira lembrou as críticas feitas na altura quando a Feira foi deslocalizada para o Rossio, mesmo o facto de se realizar “só numa rua como até ao ano passado também foi alvo de alguma crítica, até por questões de segurança mas penso que essas situações serão salvaguardadas”.

Já Rui Santos, vereador do PSD, viu “com agrado que a Feira possa ficar definitivamente num local porque até aqui, todos os anos andava no ar a questão de onde se iria realizar” e relembrou uma questão levantada pelo PSD quando Maria do Céu Albuquerque, na altura presidente da Câmara, anunciou que a Feira iria passar para o Vale da Fontinha e que se prendia com “a proximidade com o Hospital”.

O vereador considerou que o facto de a Feira ficar no Rossio serve “para valorizar mais uma freguesia urbana e não centralizarmos as coisas só na União de Freguesias de Abrantes e Alferrarede”. No entanto, Rui Santos não deixou de criticar “o planeamento da anterior presidente de Câmara” que, ironicamente, classificou de “excelente”. “Fez-se um show off imenso em torno deste assunto, há vários artigos nos jornais e na rádio sobre isto (…) e ainda bem que o senhor presidente tem outra postura e certamente o concelho fica a ganhar com isso”, disse Rui Santos.

Mas “só há aqui uma coisa que eu não consigo entender”, comentou o vereador social-democrata. Rui Santos questionou que “o senhor presidente disse que há uma manifestação de interesses por parte dos feirantes para que a Feira continue ali? É que se a memória não me falha, quer há dois anos, quer há um ano, foram os próprios feirantes que levantaram problemas pelo facto de a Feira se realizar no Rossio. Portanto, significa que mais uma vez este Executivo agora liderado por si tem outra postura e outra abertura e poderá dar outras condições que a anterior presidente não dava”, concluiu o vereador do PSD.

A edição de 2020 da Feira de S. Matias vai então realizar-se no Aquapolis Sul, em Rossio ao Sul do Tejo e irá decorrer de 14 de fevereiro a 8 de março.

Posteriormente à reunião do Executivo, em comunicado, a Câmara informa que para Manuel Jorge Valamatos, “neste quase um ano de mandato tenho juntamente com a minha equipa procurado ouvir sempre os abrantinos e as demais entidades ligadas ao passado, presente e futuro do Município. Tendo-se realizado visitas ao Vale da Fontinha com os feirantes, foi-nos manifestado que, por diferentes fatores, não era o local mais propício e que era preferencial manter a feira no Aquapolis Sul. Paralelamente foram também ouvidos os feirantes do mercado semanal que demonstraram a preocupação por durante a Feira não poderem exercer a sua atividade.

Solicitaram assim, que a realização da feira de S. Matias se mantivesse no Rossio, permitindo que o mercado semanal se realize durante os doze meses do ano. Juntando a estas opiniões, os acessos facilitados e uma localização privilegiada que proporciona a todos os visitantes uma experiência única em Abrantes, decidimos ter este local como o definitivo”.

O Vale da Fontinha, para onde estava prevista a transição do certame, manterá assim “o seu objetivo inicial de funcionar como bolsa de estacionamento com mais de 300 lugares e parque de feiras e eventos”. Passa a receber desde já a Feira Retalhista vulgo Mercado Semanal e a Feira Grossista todas as segundas-feiras do mês, “assim como a sua abertura passa a poder receber associações e empresas locais que queiram aí desenvolver atividades, bastando para tal dirigir-se à Câmara Municipal”.

A Feira de S. Matias volta a estar preenchida de carrosséis e outros divertimentos, espaços com jogos eletrónicos, barracas de quinquilharia, exposição e venda de viaturas e de alfaias agrícolas, bares, roulottes de farturas, pipocas e algodão doce.

Na edição de 2018 da Feira de S. Matias, era esse o cartaz afixado que anunciava a nova localização do certame.