Abrantes: Associações vão ter apoio para requalificação de edifícios e equipamentos (C/ ÁUDIO)

2020-11-13

A Câmara Municipal de Abrantes anunciou uma nova linha de apoio às Associações do concelho para melhoria das suas instalações e equipamentos.
Armindo Silveira, vereador do Bloco de Esquerda na Câmara Municipal de Abrantes, questionou o presidente do Executivo acerca dos critérios que vão ser elegíveis nas candidaturas que as associações podem submeter no novo programa anunciado pelo Executivo.
“O senhor presidente já referiu diversas vezes que o OP (Orçamento Participativo) não se irá realizar em 2021 mas que a verba de trezentos mil euros irá ser alocada a apoiar associações do concelho para a manutenção do edificado. O vereador do BE já propôs a criação de um Regulamento de Apoio às Associações do concelho de Abrante,s cujos projetos ou as candidaturas não se enquadrem no FinAbrantes mas tal proposta não foi aceite, nem sei se está a ser considerada”, afirmou Armindo Silveira.
O vereador adiantou que “para o BE e para «toda a gente» e para que não hajam dúvidas, é importante saber quais os critérios e como se vão processar esses apoios”.
Manuel Jorge Valamatos, presidente da Câmara de Abrantes, já tinha avançado que o Orçamento Participativo passaria a ser de dois em dois anos e no ano em que não há Orçamento Participativo, “íamos lançar uma linha de apoio ao nosso tecido associativo, quer cultural, social ou desportivo, com um valor financeiro” igual ao disponibilizado para o OP.
“Tínhamos anualmente o programa do Orçamento Participativo no nosso concelho. Pela experiência que fomos adquirindo daquilo que é a concretização deste programa, percebemos que é extremamente difícil conseguirmos ter todos os anos o Orçamento Participativo”, explicou o presidente.
Por outro lado, esclareceu o autarca, “fomos também percebendo ao longo dos anos que as nossas Associações carecem de apoio ao nível das infraestruturas e dos equipamentos. Entendemos que devíamos ter um programa específico (…) que vai agora aparecer dentro de um programa alargado como é o FinAbrantes, para a melhoria das instalações das suas sedes sociais, para equipamentos e é isso que vai estar disponível já em 2021, com o mesmo valor do Orçamento Participativo”.
Serão “cerca de 300 mil euros que as Associações terão disponíveis e é a oportunidade das nossas Associações poderem ver as suas instalações e os seus equipamentos melhorados”.
“Em tempo oportuno iremos informar todas as nossas Associações acerca das regras e da forma como este programa será lançado, inclusivamente para 2021”, assegurou Manuel Jorge Valamatos.

Manuel Jorge Valamatos, presidente da Câmara Municipal de Abrantes